Confira as novidades em nosso blog. Informações relevantes que irão te ajudar nas atividades do cotidiano.
Precisa de ajuda?
Fale conosco!
Comece uma conversa
Oi! Clique em uma das nossas unidades abaixo para conversar no WhatsApp ;)
A equipe normalmente responde em poucos minutos.
Horário padrão de atendimento das 09:00 às 17:00.

Obras em Apartamentos em Condomínios: Dicas e Regras

A realização de obras em apartamentos dentro de condomínios é uma prática recorrente, porém, é importante que os condôminos estejam cientes das regras e orientações estabelecidas para tais procedimentos.

Neste artigo, vamos discutir as principais diretrizes que o síndico e aqueles que desejam realizar obras em seus apartamentos devem seguir. Abordaremos questões como autorização prévia, horários permitidos, cuidados com a segurança e impactos nas áreas comuns. 

Continue lendo para conhecer todos os aspectos envolvidos nesse processo!

Plano de Reforma e Autorização

planejamento de obras em apartamentos

Os condôminos que desejam realizar obras em apartamentos devem seguir uma das principais regras, que é obter autorização prévia do condomínio.

O objetivo dessa exigência é garantir que os condôminos planejem e executem as intervenções de acordo com as normas estabelecidas, preservando a segurança da estrutura e dos moradores.

Portanto, antes de iniciar o quebra-quebra, o condômino deve enviar um plano de reforma detalhado da obra ao síndico ou à administradora do condomínio

No projeto, o condômino deve incluir informações como a descrição dos trabalhos, o prazo estimado de conclusão, os métodos e materiais a serem utilizados, e os profissionais responsáveis pela execução.

Ao planejar uma reforma de apartamento, é necessário que o condômino apresente um plano de obra embasado em um laudo técnico, conhecido como Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) ou Registro de Responsabilidade Técnica (RRT).

O engenheiro ou arquiteto responsável assina esses documentos para garantir ao síndico e aos moradores do condomínio que a obra será realizada com qualidade e segurança.

Se um morador inicia uma obra sem comunicar ao síndico e sem a documentação necessária, é possível denunciá-lo à prefeitura e a Justiça pode determinar a paralisação da reforma.

Além disso, o síndico tem o direito de proibir a entrada de materiais de construção e trabalhadores, com o objetivo de impedir reformas não comunicadas. 

Essas medidas visam garantir a conformidade com as normas estabelecidas e preservar a segurança e o bem-estar de todos os moradores.

Cuidados com o Barulho 

barulhos durante reforma em apartamentos

Normalmente, o condomínio estabelece horários específicos nos quais permite a realização de obras, geralmente durante os dias úteis e em horário comercial.

Essa restrição visa evitar perturbações excessivas, como ruídos, barulhos de máquinas e movimentação de pessoas, que possam interferir no conforto e na tranquilidade dos demais moradores.

Além disso, o condomínio costuma estabelecer restrições em relação aos finais de semana e feriados, quando se espera um ambiente mais silencioso e propício ao descanso.

Portanto, é fundamental respeitar os horários estabelecidos e evitar realizar trabalhos fora do período permitido, pois isso pode resultar em multa caso haja descumprimento.

Essas medidas visam assegurar o bem-estar de todos os moradores e evitar conflitos entre os condôminos durante a realização da obra.

Destinação de Entulhos

como destinar corretamente os entulhos gerados durante a reforma do apartamento

Além das regras relacionadas à autorização prévia e aos ruídos, é essencial abordar a questão dos entulhos durante a reforma.

A ação mais recomendada é contratar uma empresa especializada em remoção de entulhos para garantir que os resíduos sejam adequadamente descartados.

Assim, mantem-se a limpeza, a estética e evita-se problemas ambientais e de segurança no condomínio.

Essas empresas são responsáveis por coletar e transportar os resíduos de acordo com as normas ambientais, garantindo a destinação adequada em locais apropriados, como aterros sanitários.

Outra opção é utilizar caçambas para a coleta temporária dos entulhos, desde que autorizada pelo condomínio e respeitando as normas estabelecidas. 

No entanto, é importante posicionar as caçambas de forma a não obstruir o acesso ou causar transtornos aos demais moradores.

Como o síndico deve agir ao receber o plano de reforma?

Ao receber o plano de reforma, o síndico deve adotar uma série de medidas para garantir a segurança e a conformidade da obra no condomínio. 

Veja a seguir algumas ações que o síndico deve realizar ao receber o plano de reforma:

Análise do plano

análise do plano de obras em apartamentos é responsabilidade do síndico

O síndico revisa cuidadosamente o plano de reforma apresentado pelo condômino, verificando se todas as informações estão completas, incluindo escopo da obra, cronograma, materiais a serem utilizados e qualquer outra especificação relevante.

Verificação da documentação

O síndico exige a documentação adequada para a realização da obra. Isso pode incluir a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) ou Registro de Responsabilidade Técnica (RRT), assinados por um engenheiro ou arquiteto responsável pela obra. 

Além disso, pode ser necessário solicitar outros documentos, como licenças municipais ou autorizações específicas.

Avaliação da viabilidade

O síndico avalia se a proposta de reforma está de acordo com as normas do condomínio e se não compromete a segurança e o bem-estar dos moradores. 

Caso haja dúvidas ou preocupações, é importante dialogar com o condômino e, se necessário, buscar a opinião de profissionais especializados.

Comunicação aos moradores

O síndico informa os demais moradores sobre a obra por meio de comunicados, murais, assembleias ou outros meios de comunicação interna do condomínio.

Manter todos os condôminos atualizados sobre as intervenções que possam impactar o convívio e o uso das áreas comuns é muito importante!

Fiscalização da execução

fiscalização de obras

Durante a obra, o síndico acompanha de perto seu andamento, realizando visitas para verificar o cumprimento do plano, a segurança e o impacto nos demais moradores.

Solução de problemas

Caso ocorram problemas ou irregularidades durante a obra, o síndico deve agir prontamente para solucioná-los.

O primeiro passo é notificar imediatamente o condômino responsável e em situações de risco iminente, é essencial interromper temporariamente a obra até que a situação seja resolvida.

Por fim, é importante destacar que o síndico deve agir de forma imparcial e em conformidade com as regras estabelecidas pelo condomínio. Busca-se o equilíbrio entre as necessidades individuais dos condôminos e o interesse coletivo, visando sempre a segurança e a harmonia no condomínio.

Conclusão

Para realizar obras em apartamentos dentro de condomínios de forma adequada, é fundamental seguir as orientações apresentadas neste artigo.

Primeiramente, é importante comunicar-se com o síndico, a fim de obter a autorização prévia necessária. Em seguida, é necessário planejar a obra com base em um laudo técnico, considerando todos os aspectos relevantes.

Além disso, é crucial respeitar os horários permitidos para a realização das atividades, evitando assim perturbações desnecessárias.

Por fim, é essencial lembrar-se da destinação correta dos entulhos, optando por contratar uma empresa especializada ou utilizar caçambas autorizadas pelo condomínio.

Em suma, ao aderir às regras e orientações estabelecidas, os condôminos contribuem para a criação de um ambiente harmonioso e seguro para todos os moradores.

Sumário

Deseja receber um orçamento? Clique no botão abaixo e solicite!

COMPARTILHE ESSE POST