Confira as novidades em nosso blog. Informações relevantes que irão te ajudar nas atividades do cotidiano.
Precisa de ajuda?
Fale conosco!
Comece uma conversa
Oi! Clique em uma das nossas unidades abaixo para conversar no WhatsApp ;)
A equipe normalmente responde em poucos minutos.
Horário padrão de atendimento das 09:00 às 17:00.

Manutenção de ar condicionado: Dicas para otimizar o desempenho e prolongar a vida útil

O ar condicionado é um aliado indispensável para o conforto térmico em ambientes residenciais e comerciais, especialmente durante períodos de calor intenso. No entanto, para garantir o seu funcionamento eficiente e prolongar sua vida útil, é fundamental realizar uma manutenção adequada.

Neste artigo, apresentaremos algumas dicas fundamentais para otimizar o desempenho do ar condicionado e garantir que ele funcione perfeitamente. Além disso, também abordaremos os principais sinais de mau funcionamento no aparelho que podem indicar a necessidade de um técnico. Reconhecer esses sinais precocemente é crucial para evitar danos maiores ao aparelho, reduzir gastos desnecessários e garantir a qualidade do ar interno. 

Acompanhe nossas orientações e descubra como cuidar do seu aparelho de forma eficaz!

1 – Limpeza regular dos filtros

Os filtros do ar condicionado são uma das partes mais importantes para garantir um bom desempenho do aparelho. Eles têm a função de reter partículas de poeira, poluentes e outros alérgenos presentes no ar. Quando os filtros estão sujos, o ar condicionado precisa trabalhar mais para circular o ar, o que resulta em um maior consumo de energia. 

Para evitar esse problema, é fundamental realizar a limpeza dos filtros regularmente. O fabricante geralmente indica a frequência ideal para cada tipo de filtro, e você deve realizar a limpeza de acordo com essa recomendação. Em ambientes com uso frequente do ar condicionado, é recomendado limpar os filtros a cada 30 dias.

Para realizar a limpeza, você só precisa retirar os filtros do aparelho e lavá-los com água e sabão neutro. Certifique-se de que os filtros estejam completamente secos antes de recolocá-los no ar condicionado. Em alguns modelos, você deve substituir os filtros sujos por novos, pois eles são descartáveis.

A limpeza regular dos filtros traz diversos benefícios, tais como melhora na qualidade do ar interno, redução do consumo de energia, prolongamento da vida útil do aparelho e aumento do desempenho do ar condicionado.

2 – Controle da umidade

O controle de umidade na manutenção do ar condicionado é crucial para otimizar seu desempenho e prolongar sua vida útil. 

Quando a umidade está muito baixa, o ar condicionado pode ressecar o ar interno, causando desconforto respiratório e problemas de pele nos ocupantes. Além disso, a baixa umidade pode danificar componentes do ar condicionado, como as mangueiras e as bobinas, tornando-os mais propensos à corrosão.

No entanto, se a umidade estiver muito alta, o ar condicionado precisará trabalhar mais para remover essa umidade, o que pode reduzir sua eficiência e aumentar o consumo de energia.

Para otimizar o desempenho do ar condicionado e manter a umidade adequada, você pode adotar algumas medidas, como usar umidificadores e desumidificadores, e ventilar adequadamente os ambientes.

Além disso, é fundamental monitorar regularmente os níveis de umidade do ambiente utilizando um higrômetro. Com esse dispositivo, é possível verificar se a umidade está dentro dos níveis ideais, que geralmente variam entre 40% a 60%. 

3 – Verifique as configurações

A verificação das configurações é um aspecto crucial na manutenção do ar condicionado, pois as configurações corretas garantem o desempenho ideal do aparelho, a eficiência energética e o conforto dos ocupantes. 

Durante a manutenção, é essencial revisar e ajustar adequadamente as seguintes configurações:

  1. Temperatura: Verificar se a temperatura definida está dentro do ideal. Uma temperatura muito baixa ou muito alta pode não apenas comprometer o conforto, mas também aumentar o consumo de energia.
  2. Modo de operação: Verificar se o modo de operação (resfriamento, aquecimento, ventilação, etc.) está de acordo com as necessidades do ambiente. O uso incorreto dos modos também pode aumentar o consumo de energia e levar a um desempenho ineficiente.
  3. Ventilação e direcionamento do ar: Verifique se as saídas de ar estão limpas e desobstruídas, permitindo uma distribuição adequada do ar resfriado ou aquecido no ambiente. Você também deve ajustar a direção das aletas para que o ar seja direcionado corretamente, evitando áreas com correntes de ar indesejáveis.
  4. Controles automáticos: Verificar e ajustar os controles automáticos, como o termostato e os sensores de temperatura. Esses controles garantem que o ar condicionado funcione de forma mais eficiente, ajustando-se automaticamente às condições do ambiente.
  5. Modo de ventilação (recirculação/ventilação externa): Verifique se você configurou corretamente o modo de ventilação. O modo de recirculação é mais eficiente em manter a temperatura desejada, enquanto você pode usar a ventilação externa para renovar o ar interno em determinados momentos
  6. Programação: Caso o ar condicionado possua opções de programação, verificar e ajustar os horários de funcionamento de acordo com a ocupação do ambiente. Programar o ar condicionado para desligar ou operar em modo econômico durante períodos de ausência pode economizar energia.

4 – Controle da ventilação externa

Como regra geral, manter portas e janelas fechadas durante o funcionamento do ar condicionado garante um melhor desempenho, maior eficiência energética e um ambiente mais confortável e saudável.

Isso ocorre porque manter portas e janelas fechadas evita a entrada de ar quente e úmido do ambiente externo, reduzindo a carga térmica sobre o ar condicionado. Com menos esforço para resfriar o ar, o aparelho opera de forma mais eficiente, consumindo menos energia.

Além disso, manter portas e janelas fechadas também contribui para a manutenção de uma temperatura mais estável e uniforme dentro do espaço. Isso é especialmente importante em dias de calor intenso, quando o ar condicionado se torna essencial para proporcionar um ambiente fresco e agradável.

Em resumo, controlar o ar externo mantendo as portas e janelas fechadas enquanto o ar condicionado está em funcionamento é uma prática essencial para otimizar o desempenho do aparelho. Com essas medidas, é possível usufruir de um ambiente mais agradável e econômico.

Sinais de mau funcionamento do ar condicionado

Ainda que você tome todos os cuidados anteriormente mencionados, problemas no ar condicionado podem ocorrer ao longo do tempo. É importante estar atento a esses sinais e não negligenciá-los, evitando que pequenas falhas se transformem em grandes problemas, tanto financeiros quanto em termos de conforto e saúde.

técnico de ar condicionado inspecionando aparelho

Para ajudá-lo a identificar e prevenir esse risco, listamos alguns dos principais sinais de mau funcionamento que você deve observar:

Baixo fluxo de ar

Se o ar condicionado estiver funcionando, mas o fluxo de ar parece fraco ou insuficiente, pode ser um indicativo de obstrução nos filtros, problemas no ventilador ou bloqueio nas saídas de ar.

Ar não resfriado ou aquecido

Se o ar condicionado não estiver resfriando ou aquecendo o ambiente adequadamente, problemas no compressor, vazamento de gás refrigerante ou falha nos componentes do sistema podem ser as causas.

Ruídos estranhos

Ruídos anormais, como rangidos, chiados, batidas ou zumbidos, podem ser um sinal de desgaste ou problemas mecânicos internos no aparelho.

Vazamentos de água

Se houver vazamento de água em torno do ar condicionado, pode indicar obstrução ou acúmulo de água no dreno, problemas no dreno ou falhas nas bobinas.

Formação de gelo nas bobinas

A presença de gelo nas bobinas pode ser causada por fluxo de ar insuficiente ou baixo nível de gás refrigerante.

Mau cheiro

Odores desagradáveis que são liberados pelo ar condicionado podem ser causados por mofo, bactérias ou sujeira acumulada nas bobinas ou nos filtros.

Aumento repentino no consumo de energia

Se houver um aumento significativo na conta de energia sem explicação aparente, pode ser um sinal de que o ar condicionado está operando de forma ineficiente.

Desligamentos frequentes ou curtos-circuitos

Se o ar condicionado desligar e ligar frequentemente ou se houver curtos-circuitos, problemas no sistema elétrico ou nos controles podem ser a causa.

Controle remoto não funciona

Se o controle remoto do ar condicionado não responder ou apresentar falhas, pode indicar problemas no receptor do aparelho.

Se você identificar qualquer um desses sinais, é recomendado interromper o uso do ar condicionado e entrar em contato com um técnico especializado para realizar uma avaliação e manutenção adequadas.

Qual a frequência ideal para a manutenção do ar condicionado?

É importante ressaltar que a manutenção preventiva do ar condicionado é recomendada anualmente, mesmo que o aparelho pareça estar funcionando corretamente. 

O técnico realiza a manutenção do ar condicionado através de uma série de etapas que incluem a inspeção completa do aparelho, limpeza dos filtros e bobinas, verificação do sistema elétrico e do gás refrigerante, além de testes de funcionamento. Ele também pode fazer ajustes e lubrificação dos componentes, garantindo que o ar condicionado funcione de forma eficiente e segura. 

Dessa forma, você pode detectar problemas precocemente, evitando danos mais graves ao equipamento e prolongando sua vida útil.

Aqui na Soluções temos especialistas em manutenção para todas as suas necessidades. Da manutenção de ar condicionado, à manutenção de telhados, instalações elétricas ou qualquer outra área, nossa equipe altamente capacitada está pronta para cuidar do bom funcionamento dos seus equipamentos, estruturas e instalações. 

Entre em contato conosco hoje mesmo e agende sua manutenção preventiva!

[QUERO AGENDAR]

 

Sumário

Deseja receber um orçamento? Clique no botão abaixo e solicite!

COMPARTILHE ESSE POST